O ano do café e da estrada

O ano de 2014 para os chineses era o ano do cavalo. Para mim foi o ano do café e da estrada.
Uma média de 180 km por dia, 5 dias por semana, bom, até o último dia de aula terei percorrido uns 14.400 km. No volante do meu carro, porque desisti de ir à Unicamp de ônibus. O ônibus me limita e eu já tenho limites demais na minha vida (uns por força da profissão, outros por força da personalidade).
O café até que não foi muito, eu suporto bem a falta de cafeína e como quase tudo na minha vida, o cafezinho adquire o papel de catalizador de energia criativa.
Segundo meus cálculos faltam somente 252.000 km para eu deixar esse grande ônibus que é meu emprego.
E dá-lhe café…

IMG_3373.JPG

Esse post foi publicado em nonada. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s