No bolso

De uns tempos pra casa tenho andado sem bolsa/mochila. Minha mochila é quase uma mochila de viagem, já que carrego sempre cabos, canetas, caderninhos, estojinho de aquarela, headphones dos grandes, ipod, mini necessaire. O ir e vir a Campinas exige uma abordagem de viajante.
Quando estou em SP, porém, opto por uma carteira que cabe no bolso da calça e o celular. Num dia chuvoso como hoje posso levar um livro no bolso. E isso me fez pensar o quanto é bacana o livro de bolso. Pensado como um livro de pequenas dimensões para ser fácil de carregar conosco ele exige uma escolha cuidadosa, assim como o que eu vou colocar na minha carteira que vai no bolso da calça. Carteira de motorista, cartão de crédito, cartão pra metrô , cartões dos seguros da saúde e do carro. E dinheiro.
O livro tem que ser um conjunto de tudo o que esses cartões me permitem: minha identidade, meu transporte para outras terras e tempo, minha saúde. E se dinheiro não compra felicidade, um bom livro compra.

IMG_1888.JPG

Esse post foi publicado em nonada. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s