Italia & Britain

Sempre me chamou a atenção a atração que os britânicos têm pela Toscana e Liguria. Em romances (que depois viraram filmes) de E.M. Forster (Where angels fear to tread e A room with a view) ou Enchated April de Elizabeth Amim, mas também em filmes com diretor como autor da história, como Tea with Mussolini, do Zeffirelli ou Stealing Beauty, do Bertolucci.

Under the Tuscan sun foi esquisito. Primeiro porque vi o filme e quis ler o livro e quando li o livro vi que a única coisa que ligava os dois era a casa velha comprada na Toscana e que vai sendo restaurada.

Até meu querido Kenneth Branagh sucumbiu à Toscana, já que filmou Much ado about nothing naquela região e não em Messina (Sicilia) onde Shakespeare situou a história. E embora a Sicilia seja linda, mediterrânea e com muito sol, Messina e seus arredores não são luminosos como a Toscana.

Acho que é isso o que os britânicos tanto buscam na Toscana. Luz. E quando o sol bate nos campos de feno ou de girassol, a Toscana vira uma imensa lâmpada.

campos toscanos – foto que tirei durante uma viagem em 2001.

Esse post foi publicado em nonada e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s